Pela Ocasião, O Jovem Declarou


Marketing Digital: Por Que As PMEs Precisam Entrar No Mundo Online


O peru está ressecado; o propender, salgado; o cuscuz, vagarosa e quase sem adoro; a rabanada, gordurosa excessivo? Calma. É hora de transformar esse limão em limonada. Leia com atenção as dicas de alguns dos mais requisitados banqueteiros de São Paulo reunidas pelo o iG Receitas e aprenda a contornar esses probleminhas.


Minha Santa Edwiges dos galiformes depenados, este peru parece um sequilho! Nesta ocasião que Inês e o peru estão falecidos, você tem duas alternativas pra reidratá-lo e deixá-lo mais suculento. A primeira opção é derreter um ótimo naco de manteiga sem sal (por volta de 100 g) e, com uma seringa de farmácia, injetar a gordurinha liquefeita na carne.


É como se fosse uma lipoaspiração ao oposto. A manteiga vai se espalhar e deixar a ave mais úmida. Os métodos de umedecer a carne do peru bem como são indicados pra consertar lombos, tenders, chesters, pernis e leitões assados além da conta. Pelas barbas do profeta Ezequiel, meu tender está mais salgado do que o mar Falecido! Pra driblar o excesso de sal deste presunto assado, Rita Atrib aconselha que a gente dê uns talhos pela peça e a regue com numerosas colheradas de suco de laranja.


  1. 1 1. Pra recarregar as energias

  2. Misture letras, símbolos especiais e números

  3. 15 Wikificação e edição pequeno 15.Um Resposta do GoEThe

  4. Céu de mim (Escolhido na Verônica Lima)



Isto assistência a “lavar” o sal e ainda deixa um gostinho bom. Se não houver suco de laranja por perto, use coca-cola (todavia não diet, por gentileza). Outra possibilidade diminuir a peça em fatias, colocá-las numa travessa refratária e cubrir com um molho ralo preparado com o suco de seu cozimento coado, água e vinho. Deixe a carne submersa por uma ou duas horas em temperatura lugar e depois prove para acompanhar se o excesso de sal se dissolveu e foi transferido pro caldo. A dica de Fred Frank, dono do bufê que leva teu nome e chef do La Cocotte Bistrot serve bem como pra perus, vitelas, lombos, pernis e leitões. Nossa senhora dos aflitos, que cuscuz insosso!


Você seguiu a receita ao pé da letra e teu cuscuz não fica firme e está sem gosto? Não deixe de provar a massa antes de enformar e gelar, depois fica muito penoso consertar. “Para turbinar o sabor, prepare um refogadinho de cebolas, alho e tomate picado com aqueles ingredientes de paladar mais potente, como as sardinhas e as azeitonas, e misture à massa. Para deixá-la mais consistente, coloque um pouco mais de farinha de milho. Para fazer com que amoleça, ponha mais molho de tomate, caldo de peixe ou de legumes”, sugere Rita Atrib. Se o cuscuz neste instante foi enformado e não está endurecendo, coloque-o por alguns poucos minutos no freezer. Entretanto atenção: jamais suave-o à mesa frio. Do mesmo jeito que bacalhau está salgado!


Se a receita usa postas de bacalhau, coloque diversas batatas ainda mal cozidas em volta dos lombos do peixe e leve ao forno pra que elas terminem de cozinhar e absorvam um tanto do sal da carne”, aconselha Gislaine Oliveira. “Se a receita for elaborada com lascas de bacalhau, adicione um tanto de purê de batatas e dilua o sabor salgado”, completa a bufeteira. Outro jeito, sugere Fred Frank, é fazer uma alteração de planos de última hora.


Desfie os pedaços de peixe e faça uma brandade, um arroz de bacalhau ou alguma outra receita que leve legumes ou ingredientes que neutralizem o gosto potente da posta mal dessalgada. Segundo ele, não dá pra escoltar em frente com a ideia de auxiliar lombos de bacalhau se, após assado, percebe-se que a carne do peixe ainda permanece muito salgada.


Isto é um purê de castanhas ou argamassa para encaixar azulejos? Se o teu purê de castanhas está farinhento e com alguns menores caroços, isto é sinal de que as castanhas não foram super bem cozidas. Para findar com os grumos e a textura áspera e arenosa, Rita Atrib, de novo, aconselha carregar a mão pela manteiga e mexer, misturar e revirar mais um pouco no fogo brando pra terminar de cozinhar as argumentadas cujas.


O purê ainda vai continuar mais aveludado por conta da gordura. Fred Frank é mais prático e radical: prefere passar o purê granuloso por uma peneira ou um processador. “Pode-se até usar o liquidificador, no entanto aí é ótimo juntar um pouco de água quente, senão a máquina não aguenta bater aquela massa tão consistente e pifa”, diz.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *